(11) 2337-5030 (11) 94792-6441

Agência de detetive não é responsabilizada após a investigação

Algumas pessoas podem não saber lidar com o choque emocional de uma traição e assim cometer crimes após descobrir a infidelidade do cônjuge. Em tais casos a agência de detetive ou o profissional que efetuou o trabalho não pode ser responsabilizado.

A morte de Marcos Matsunaga, executivo da Yoki, em 2012 desperta a discussão sobre a responsabilidade do detetive particular. Na ocasião, Elize Matsunaga contratou um investigador para analisar o marido.

Com o trabalho, Elize foi informada, inclusive com vídeos provando, que seu marido era infiel. A mulher então matou e esquartejou Marcos.

O despreparo emocional de algumas pessoas leva o detetive a recusar alguns clientes, como quando procuram os serviços da agência embriagados ou furiosos.

Assim eles tentam evitar que o mesmo se arrependa de ter contratado o investigador ou que reaja de forma violenta ao resultado da investigação particular.

Possíveis processos contra o detetive

Caso o detetive particular chame o cliente para ver ao vivo a prova da investigação ele pode ser responsabilizado como cúmplice ou indutor de algum crime que ocorra no momento. Caso o crime aconteça após a investigação e fora da presença do detetive, o profissional não responde pelo acontecimento.

Os casos mais comuns de processos judiciais contra detetives particulares envolvem invasão de privacidade ou clientes insatisfeitos com o trabalho ou resultado da investigação.

O detetive pode evitar tais tipos de processos trabalhando com ética e prestando atenção na legislação vigente.

Como o detetive apresenta as provas?

O detetive pode usar diversas técnicas e ferramentas para obter provas sobre desvios de conduta do alvo da investigação.

Após a descoberta e a coleta de provas, as mesmas são entregues ao cliente junto com um relatório elaborado pelo detetive. Algumas formas que são provas e podem até ser usadas na Justiça são:

  • Fotografias;
  • Gravações de áudio;
  • Vídeos;
  • Ligações;
  • Registros.

Cada caso exige uma forma de abordagem por parte do detetive, devendo este estar sempre atualizado e possuir os equipamentos necessários para realizar qualquer tipo de investigação.

Fale Conosco

Nome

E-mail

Assunto

Mensagem