(11) 2337-5030 (11) 94792-6441

O que fazer após descobrir uma traição?

Detetives particulares especializados em investigações conjugais revelam que um ponto crítico do processo de investigação é quando, após confirmar a traição com provas físicas, como vídeos, fotos e áudios, chega o momento de revelar esses materiais ao cliente que contratou a investigação.

As reações são variadas e dependem, em grande medida, da personalidade da pessoa.

Muitos investigadores se preparam para essa revelação, inclusive com cursos e estudo de métodos da psicologia, visando reduzir os danos desse momento crítico.

Não cabe ao detetive particular a decisão que será tomada pelo cliente após a confirmação da traição, alguns profissionais, inclusive, quando questionados pelos clientes em busca de um conselho optam por se abster de qualquer comentário em prol da ética da profissão.

Como lidar com uma traição?

Logo que suspeitar de que o parceiro (a) tem sido infiel na relação e optar pela contratação de uma investigação conjugal com um detetive particular, é importante que o cliente já inicie um preparo psicológico para qualquer que seja o resultado da investigação.

O indicado é conversar com algum amigo ou familiar de confiança sobre a suspeita e, caso ache necessário, buscar ajuda de um profissional, como psicólogos.

O que fazer se a traição for confirmada?

A escolha sobre o que fazer após a traição ser confirmada vai depender do próprio cliente. Inicialmente é importante não se sentir culpado pelo ocorrido, pois o sentimento de culpa interfere em uma decisão racional sobre o que fazer a seguir e pode causar quadros graves de depressão, baixa autoestima e isolamento.

Selecionamos três atitudes mais comuns entre as pessoas que descobrem a infidelidade do parceiro e a reação após essa constatação:

Ignorar o ocorrido: são frequentes os casos de pessoas que, após descobrirem uma traição, optam por continuar com o parceiro como se nada tivesse acontecido, inclusive sem revelar a descoberta.

Nesses casos, é importante que a pessoa não desconte no parceiro as próprias frustrações, pois como nada foi dialogado com o cônjuge ele dificilmente irá entender a situação.

Conversar com o parceiro: é possível ainda que, utilizando as provas como respaldo, o cliente opte por ter um diálogo com o companheiro para esclarecer a situação e, a partir dessa conversa, decidir se pretender manter ou não o relacionamento.

Terminar o relacionamento: por fim, algumas pessoas preferem terminar o relacionamento assim que descobrem a traição e, apesar das dificuldades, seguir em frente.

É importante que, independente da escolha, a pessoa possa se sentir feliz e fazer a opção com a qual se sinta mais confortável, após vivenciar uma traição.

A investigação conjugal auxilia no sentido de eliminar dúvidas e proporcionar mais certeza ao cliente.

Fale Conosco

Nome

E-mail

Assunto

Mensagem