Atualmente, o Brasil conta com um smartphone em funcionamento por cidadão, de acordo com uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas. Segundo o levantamento, há 208 milhões de celulares inteligentes no país. E esses aparelhos podem se transformar em equipamentos de espionagem.

Descubra como seu celular pode funcionar como equipamentos de espionagem

Uso dos equipamentos de espionagem dentro da lei

É importante salientar que nem toda atividade de monitoramento de celular ou tablet é classificada como ilegal na legislação brasileira. Não há nenhuma medida que impeça os pais de utilizar esses aplicativos e software nos celulares de crianças.

Na verdade, há até especialistas que aconselham esse tipo de postura entre os pais e responsáveis por crianças e adolescentes. Lembrando sempre que a finalidade deste acompanhamento tão próximo deve ser única e exclusivamente o bem estar da criança.

Até mesmo no mercado de trabalho isso pode ocorrer. De acordo com o site Canal Tech, as empresas podem usar artifícios para quebrar a privacidade dos colaboradores. Mas, isso se relaciona apenas ao celular corporativo, aquele aparelho destinado a realizar somente chamadas e contatos de trabalho

A questão é que essas medidas precisam estar devidamente expressas no contrato de trabalho. Além disso, o trabalhador precisa ser alertado desde o primeiro momento que está sendo monitorado. E, obviamente, todo esse controle precisa estar amparado nas medidas legais, sem excessos.

Transformando celular em equipamento de espionagem

A cada dia, os celulares estão avançando com funcionalidades, ferramentas e dispositivos e de alta resolução. Por isso, o seu smartphone pode ser uma excelente ferramenta para tirar dúvidas ou salvar alguma informação relevante prontamente.

1 – Câmera

Os celulares com câmeras cada vez mais potentes, acionadas com um clique e com capacidade para registros noturnos impecáveis. Você pode bater uma foto comprometedora, fazer um vídeo a qualquer momento do dia ou da noite.

Além disso, as câmeras traseiras e frontais oportunizam que você faça tudo isso de maneira discreta, sem se colocar em perigo. E também pode encaminhar todos esses materiais rapidamente por WhatsApp, email e outros app.

2 – Gravação

Mais do que uma gravação de vídeo, você pode grampear alguém com uso de software ou o gravador do seu celular. Desta maneira, você pode aproveitar algum momento de deslize de um indivíduo suspeito para coletar dados e até mesmo uma confissão.

3 – Aplicativos

Você quer equipamentos de espionagem eficientes, práticos e que não levantem suspeitas? A boa notícia é que existem diversos aplicativos gratuitos e pagos a disposição! Vale salientar que há opções nacionais e internacionais para serem baixadas e colocadas em funcionamento.

As finalidades mudam conforme o serviço proposto. Na maioria, existem dados básicos que já aparecem na primeira vasculhada no painel de controle. Inicialmente, você pode se deparar com um conjunto gigantesco de informações a respeito do aparelho espionado.

Por exemplo, você pode checar a localização pelo serviço de GPS, a memória usada no celular e os programas adquiridos. Além disso, é possível conferir os nomes dos itens armazenados no aparelho, as últimas ligações feitas, as páginas visitadas, etc.

Ao se aprofundar nos menus, dá para achar arquivos de áudio com gravação até de ligações e as imagens arquivadas no aparelho. Dependendo da complexidade do app espião, há como acompanhar o que ocorre em tempo real. Com comandos via SMS, há meios de acionar microfone e até câmeras.

O fato é que muita coisa pode ser captada quando há interesse em fiscalizar a rotina de alguém. No entanto, é preciso lembrar que existem leis que garantem o direito à privacidade. Por isso, muito cuidado ao tomar medidas tão extremas!

Você quer saber mais sobre os equipamentos de espionagem? Então, aproveite para conferir este e outros materiais no site da nossa companhia, basta clicar neste link. Estamos a sua disposição!

solicite-um-orcamento-detetive-particular-luciana

Gostou? compartilhe
[social_warfare]