Fale conosco pelo WhatsApp

Como encontrar pessoas desaparecidas com um detetive particular?

Muitas pessoas têm da profissão detetive particular uma visão romantizada, próxima daquela que assistimos nos filmes e seriados. Um dos grandes desafios da profissão na ficção costuma ser como encontrar pessoas desaparecidas, ação que guia narrativas de histórias de drama e suspense.

Homem olha para porta retrato e coloca a mão na testa
Imagem: Shutterstock

No entanto, infelizmente, esse tipo de problema não é limitado à TV e ao cinema, e acaba sendo o drama da vida real de muitas pessoas. Felizmente, o detetive particular é um profissional extremamente gabaritado, com habilidades para saber como encontrar pessoas desaparecidas, dedicando seu trabalho para encerrar mistérios e, muitas vezes, promover reencontros.

Pessoas desaparecidas: o que acontece?

Geralmente associado a desvendar casos extraconjugais ou fraudes em empresas, o detetive particular também sabe muito bem como encontrar pessoas desaparecidas. O profissional lança mão de seus recursos para coletar pistas e partir em busca do paradeiro de alguém que sumiu.

São muitos, variados e individuais os casos de desaparecimento, podendo-se elencar:

  • Idosos com mal de Alzheimer;
  • Pessoas que não querem ser localizadas (depois de aplicarem uma fraude, por exemplo);
  • Pessoas com problemas emocionais;
  • Vítimas de sequestro;
  • Vítimas de tráfico humano.

São muitas as hipóteses a serem levantadas quando alguém desaparece misteriosamente. As primeiras 48 horas depois de o sumiço ser confirmado são decisivas para o bom andamento do processo de investigação e buscar a ajuda de um detetive o quanto antes é sempre uma excelente ideia.

Como encontrar pessoas desaparecidas com a investigação

Para saber como encontrar pessoas desaparecidas, o detetive precisará conversar com familiares e amigos do alvo de suas buscas para entender o cenário. Conhecer os lugares que a pessoa frequentava, sua rotina e seus hábitos, bem como entender os motivos que poderiam levar tal pessoa a querer se afastar de sua vida são bons pontos de partida.

Além disso, é evidente que o detetive precisará de informações ainda mais precisas, como endereço, número de telefone, descrição física acompanhada por fotos e vídeos do investigado, bem como saber o último local onde se tem notícia de que a pessoa tenha sido vista.

Em cidades grandes, principalmente quando se fala em famílias com alto poder aquisitivo, a hipótese de um sequestro — sobretudo de menores de idade — deve ser sempre reforçada. Pessoas com problemas que as condicionem a se perder (como desequilíbrio emocional, doenças mentais ou mal de Alzheimer) também costumam ser propensas desaparecidas.

É importante frisar que, diferente de filmes, na realidade o final nem sempre pode ser feliz. Ainda que a esperança seja a última a morrer, o detetive particular deve ser contratado com urgência, evitando situações desagradáveis na tentativa de encontrar o desaparecido rapidamente e com segurança.

A durabilidade deste tipo de processo investigativo é muito particular e varia de acordo com a complexidade de cada caso. É muito importante que o detetive contratado seja de extrema confiança, com infraestrutura e experiência para conduzir com maestria o processo. O cliente pode e deve acompanhar todo o trabalho do investigador de maneira transparente.

Problemas com menores de idade

De acordo com o Ministério Público, muitas famílias, quando conseguem solucionar os casos de desaparecimento, sequer retornam à polícia para encerrarem o registro de ocorrência, o que dificulta a obtenção de dados oficiais sobre o assunto.

No entanto, dentre os dados ali encontrados, pode-se observar que a maior incidência de casos em que é preciso um profissional que saiba como encontrar pessoas desaparecidas é a de crianças. Muitas fogem de casa em decorrência de instabilidade harmoniosa no lar, conflitos com padrasto ou madrasta, ou abusos e vida infeliz.

Também não é incomum que crianças sejam subtraídas por um adulto que não tenha sua guarda legal, sem autorização do tutor, para outro lugar (geralmente fora do país). Para tanto, ter o respaldo de um gabaritado detetive particular nestes casos se faz mais do que essencial. Quer saber como encontrar pessoas desaparecidas com a ajuda de um investigador particular? Entre em contato com a agência de detetive particular Luciana Nucci.