Fale conosco pelo WhatsApp

Veja sete sinais comuns de quem está traindo

A infidelidade assombra inúmeros relacionamentos, assim como a incerteza de que o(a) companheiro(a) está traindo. A prática tornou-se tão corriqueira que um estudo sobre o assunto foi feito pelo Projeto Sexualidade (ProSex) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

Veja sete sinais comuns de quem está traindo

Segundo dados da pesquisa Mosaico 2.0, o homem é quem mais trai no Brasil. A média nacional entre ambos os sexos é de 40,5%.  De um total de 3 mil brasileiros ouvidos na pesquisa, a infidelidade havia sido cometida por 50,5% dos homens. Já entre as mulheres, 30,2% admitiu ter cometido traição. Mas como saber se alguém está traindo? Mesmo sendo difícil obter a confissão, alguns sinais podem acabar escapando e evidenciando a necessidade de uma investigação conjugal.

Horas extras no trabalho

Trabalhar demais repentinamente pode ser um sinal de que se está traindo. O trabalho é a desculpa perfeita para chegar mais tarde em casa. Se alguém que não passava além do tempo necessário no trabalho começa a fazer isso, ligue o alerta! Essa mudança repentina, quando associada a outros sinais, pode esconder uma traição.

Mudança na aparência

É comum que alguém sinta mais vontade de cuidar da aparência ou até renová-la quando está em um relacionamento novo. No caso da traição isso também acontece.

Isso não quer dizer que o seu marido não possa comprar roupas novas, por exemplo. Mas, caso ele esteja se arrumando além do normal, procure uma justificativa. Se nada lhe parecer sensato, você pode cogitar que ele esteja traindo.

Senha no celular

É comum que casais tenham acesso ao celular um do outro mesmo, mesmo que para ações práticas como uma ligação. Se você desconfiar de uma traição, atente-se ao comportamento do cônjuge junto ao celular!

Normalmente a pessoa infiel tende a deixar o celular sempre no bolso ou trocar a senha sem avisar. Além disso, pode acusar você de invasão de privacidade caso peça o celular emprestado.

Falta de interesse

Seja no carinho do dia a dia ou nas relações sexuais, esse é também um termômetro para a infidelidade. A falta de interesse ou de intimidade pode evidenciar que algo está acontecendo.

Normalmente, alguém que está traindo precisa dividir a sua atenção e tempo. Isso naturalmente diminui a dedicação à pessoa com mantém um relacionamento fixo. Até mesmo a maneira como presta atenção em uma história contada pela pessoa pode ser diferente de antes.

Desentendimentos

O aumento das brigas banais e desentendimentos também deve ligar o seu alerta. Esse pode ser um sinal de infidelidade, principalmente em relacionamentos que costumavam ser tranquilos. O aumento da irritabilidade e falta de paciência podem ser sinais de uma terceira pessoa na relação.

Distância

Seja pela culpa da traição ou pela falta de interesse, o(a) companheiro(a) pode acabar com um comportamento distante. Porém, nem sempre essa distância será física. Você pode estar no almoço de domingo em família, por exemplo, e perceber que o outro se “desliga do momento”. Os pensamentos parecem estar sempre distantes e a interação é quase nula.

Cartão de crédito

A fatura do cartão de crédito pode denunciar gastos em locais e horários suspeitos. Uma conta de um jantar no mesmo horário em que o seu marido falou que estava trabalhando é suspeita. Você não precisa investigar todos os gastos, mas fique atenta!

Como descobrir se ele(a) está traindo?

Todos os sinais acima podem indicar uma traição, mas isso não é regra. Para saber se a pessoa com quem você se relaciona está mesmo lhe traindo, é preciso ir além. Contratar o serviço de um detetive particular, por exemplo, é uma das alternativas. Observar esses sinais, é claro, torna-se importante na hora de prestar atenção às mudanças no relacionamento. O ideal é partir para a investigação conjugal depois de reparar no surgimento repentino deles.

solicite-um-orcamento-detetive-particular-luciana