trair é crime

Trair é crime?  Nem sempre os relacionamentos são apenas flores, em alguns casos, a traição acaba acontecendo até mesmo nos relacionamentos mais longos. Porém, este ato não é mais considerado crime desde 2005.

Portanto, o que ocorre hoje, é uma possível indenização por danos morais.  Inclusive, existem diversos processo neste sentido correndo nos tribunais de justiça do país atualmente. Mas será que trair é crime de fato?

Justamente para te ajudar a entender este tema, vamos abordar este assunto em nosso post de hoje, para que caso você esteja em dúvida procure ajuda de um profissional qualificado ou se já foi traído, qual os seus direitos?

Trair é crime de fato?

A traição ou adultério era considerado crime até meados de 2005, naquele tempo se comprovado a traição. O traidor poderia ter uma pena que varia de 15 dias a até 6 meses. Entretanto, nos dias de hoje, a prática do adultério não se considera mais um ato criminoso.

Porém, quem é traído pode sofrer algumas consequências caso o conjugue traído queira entrar com um processo por danos morais, por exemplo. A chance de êxito para quem entra com o processo neste caso acaba sendo muito grande, se comprovado o ato de traição, é claro.

Nossa recomendação neste caso, se comprovada a traição, buscar ajuda de um advogado especializado nestas causas para poder te dar o auxílio.

Quais são os tipos de traição

Agora que você já sabe se trair é crime ou não, vamos te explicar os tipos de traição, o que de fato é considerado traição? 

Bom, já foi a época que era considerado traição apenas quem tivesse relações sexuais fora do relacionamento. Pode ser considerado traição também: trocas de imagens intimas, chamadas de vídeo de cunho íntimo, ou qualquer troca de informações íntimas através de aplicativos de troca de mensagens.

A tecnologia realmente vem para ajudar, mas infelizmente o que vemos é algumas pessoas utilizando para praticar a infidelidade. Portanto é bom ficar de olho nas redes sociais também. Provas retiradas de aplicativos podem ser utilizadas em um futuro processo ao favor de quem foi traído.

Como um detetive particular pode me ajudar

Caso você esteja querendo saber se trair é crime porque você tem dúvida sobre a fidelidade do seu conjugue, um detetive particular pode te ajudar a resolver isso. Esse profissional vai realizar todo o processo investigativo para coletar provas que comprovem a traição para você.

Se o seu conjugue for inocente, você também terá provas da inocência do investigado. Além de te ajudar no processo investigativo em si, o detetive particular vai te ajudar a ter paz novamente. Visto que se você tinha dúvida, agora não terá mais e poderá viver mais tranquilamente, dependendo da conclusão do caso.

Por fim, você não se coloca em risco também. O detetive particular atua de forma minuciosa para realizar o processo investigativo, além de contar com equipamentos de alta qualidade para resolver o caso de forma mais rápida e segura.

Portanto, existem diversas vantagens na contratação de um profissional para te ajudar com esse caso, mas lembre-se de pesquisar bem antes e contratar alguém para te ajudar em um caso de possível traição.

A Detetive Luciana é especialista em caso de investigação conjugal

Mas eai, gostou do nosso artigo de hoje, deu para entender se trair é crime? Embora seja um assunto muito delicado, se faz fundamental falarmos sobre ele. Geralmente recebemos dúvida sobre nossas investigações conjugais.

Caso você tenha ficado com alguma dúvida, é só entrar em contato conosco. Nós da Detetive Luciana  podemos te ajudar a solucionar esse caso para você. Somos especializados em investigações conjugais e referência no Brasil trabalhando na área de investigação.

Leitura recomendada: Como Adquirir Provas de Traição

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é cta-blog-2-700x137.png
Abrir conversa